domingo, 29 de novembro de 2009

UM DIA EU AMEI



O que faço com tudo isso?

Caminhei por tantos lugares,

Busquei em tantos mares,

Aprendi a voar bem alto,

E agora, depois de tanto caminho percorrido,

Depois de tanta experiência adquirida,

Encontro você,

Como eu, chorando solidão...

Tanto fez, tanto fez...

Tanto me buscou, que me encontrou...

Um dia inteiro de amor vadio,

Te encontrei na estação de chegada,

Te levei pela mão pra procurar o futuro,

Depois de tanta provocação...

Noite de amor rápido e furtivo,

Corpo cansado, meio sonâmbulo, faminto,

Encheu meu cesto de flores,

Enfeitou meus cabelos também,

Te recebi com meu melhor sorriso,

E o mais radiante brilho no olhar,

Terminada a noite, embalou tudo o que ofereci,

Deu um “laço de fita” com as palavras que trouxe,

E na porta da estação de partida,

Jogou na rua, como sobras,

Foi embora e não olhou mais para trás,

Lançou-me à distância mais uns fiapos de palavras vagas,

Bateu a linha do destino na minha cara,

E agora, o que faço com tudo isso?

Nesta altura da vida?

Não vou sofrer desta vez.

Vou amassar tudo como você fez,

Também não vou jogar fora,

Para não enfeiar meu coração...

Vou transformar em poesia o meu sofrimento,

E minha dor em canção,

Vou manter vivo o meu sentimento...

Que seja na lembrança de um momento,

E pra toda a vida lembrar,

Que um dia, por tarde que fosse,

Me permiti me apaixonar,

Por alguém que, pra mim de solidão, só soube chorar,

Nisso tudo, de uma só coisa tenho certeza...

Pelo menos, eu me entreguei...

EU AMEI...


Vera Celms


segunda-feira, 23 de novembro de 2009

ANJO EM MIM



Dentro de mim mora um anjo,

Que se alimenta do seu amor,

Que caminha, guiado pelo brilho do seu olhar,

Que se orienta, pelo som da sua voz,

Seja nas minhas lembranças,

Ou nos meus sonhos, quando não posso estar com você,

Ele sabe exatamente qual a distância que nos separa,

Mas não imagina o tempo que pode demorar para te ver,

Anda nu, descalço, tem os cabelos dourados,

E levita...

Como as suas mãos em meu corpo, em doces carícias...

Como o seu desejo no meu desejo, em quase êxtase...

Grita seu nome a cada suspiro meu,

Adormece para te ver em sonhos,

E desperta na esperança de te reencontrar...

Seu peito sangra na saudade,

E seu corpo tem frio na madrugada insone,

Dentro de mim mora um anjo,

Que tem as asas partidas pela ventania,

Dos altos penhascos que escala pra te procurar,

E que tem medo do escuro da solidão,

Sei que é um menino, que anda de mãos dadas comigo...

Um menino transparente que eu não vejo,

Mas o sinto encher meu peito, sempre...

E sinto o que ele sente,

Pressente como eu a sua chegada,

a sua presença, a sua proximidade,

e chora como eu a sua ausência...

Dentro de mim mora um anjo,

Que, de alegria, pula no meu peito,

E se joga querendo chamar atenção,

Não sei se ele tem nome,

Mas sei que ele é sua imagem exata,

Colhida nos meus olhos...

Não acredita no acaso,

E desafia o destino...

E fez-me chegar a uma constatação:

Posso não ter você comigo,

Mas quero você pra mim...

Vera Celms


domingo, 15 de novembro de 2009

TODO MEU...



Não precisa que massageiem seu ego...

você já é todo massageado...

pelo azul clarinho dos meus olhos

pelo meu tanto desejo.

pela minha libido inflamada,

pela minha lucidez que te contempla apaixonada,

na demora,

na distancia que nos une,

e nos separa

na sua ausência que me abraça

e me faz suspirar,

pela saudade avolumada,

pela minha falta de rumo na dura solidão

pela frustração de não fazer parte,

da sua memória visual do passado,

da sua memória tátil,

pela falta de respostas, que procuro em nós,

pela vontade de partir para você,

ou de trazer você pra mim, agora,

de cruzar nossos destinos tão sozinhos,

pela necessidade de substituir vozes por toques,

pela possibilidade de sentir seu cheiro,

ao alcance das minhas mãos, todo o tempo...

que neste momento te tocam, por intenção, em mim...

pela precisão de dividir espaços físicos contigo,

para acordar no seu abraço,

pela vontade de sentir suas mãos em meus cabelos,

pela ousadia de seu toque no meu alvo corpo,

tão presente e latejante em mim,

você não precisa que ninguém massageie seu ego...

como vê, você já é todo massageado...

e é para e por mim...


Vera Celms


terça-feira, 10 de novembro de 2009

DENTRO DE TI JÁ HABITA UM ANJO

PARA RAQUEL FERREIRA

Não é fácil entender problemas,

Não é simples superar obstáculos,

As escolhas são feitas,

Mas nós, simples mortais, não sabemos,

Muito menos compreendemos,

Os desígnios do PAI...

As vezes, somos incapazes de entender,

Porque passamos por essa ou aquela provação

Achamos que temos atestado de bons antecedentes,

Mas, entretanto, a história não nos é lembrada,

As lições ficaram lá, no passado,

Água rolou, vento correu... fizemos escolhas, opções,

E muitas vezes, temos um episódio todo corrido,

E recebemos uma dádiva...

Felizes... agradecemos, celebramos, comemoramos,

E não pensamos nem mais no assunto...

Problema resolvido, é problema deletado...

E o que deletamos, deixa de existir...

No nosso “mundinho” quantas vezes não pensamos assim...

Mas existem casos, em que é impossível não reconhecer a mão de DEUS.

Quantas vezes temos o alvo, a arma, a munição

E não temos a mínima idéia do que fazer...

Esquecemos o tiro ao alvo... até o prazer do esporte...

Para alguns escolhidos, muito poucos,

É concedida nova chance...

Vem do céu um anjo... um querubim...

Para ensinar... para indicar o caminho...

Para mostrar que tem jeito...

É preciso merecimento,

É preciso um bom momento,

Uma causa especial...

E quando Papai do Céu não encontra um substituto...

E se o assunto for mesmo importante, ou urgente...

Deve vir ele mesmo...

Arruma o piso, arruma o campo,

Mexe na mira, mexe na arma...

Lança a mira de encontro ao tiro...

Diminui o trajeto...

Mas acerta... ah como ele acerta!!!

Explicação? não encontramos...

E quando menos se espera...

PRONTO!!! Até quem nem podia ter um filhinho...

Recebe um telegrama... um MSN do céu:


RAQUEL!!!

DENTRO DE TI, JÁ HABITA UM ANJO...

Raquel... PARABÉNS... você foi a escolhida!!!

Seja muito feliz... VOCÊ, PAPAI, ANJINHO, E TODOS OS

BABÕES DA FAMÍLIA FERREIRA... ops! Só não conta pra

ninguém, que até eu estou babando aqui...MUITO FELIZ...

BEIJOS A TODOS