sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

VIOLÊNCIA URBANA

RETRATAÇÃO:

Meus mais sinceros e consternados sentimentos, comovida, aos familiares, parentes, amigos e colegas da vitima de atropelamento do acidente havido no cruzamento da Av.Ipiranga com Av.São Luiz na sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011.

Foquei no meu blog lúgubre: http://arrastandocorrentes.blogspot.com, uma poesia (ATROPELADA) inspirada na foto, publicada com a poesia e retirada a pedido, por e-mail, de um amigo da vitima. A foto foi flagrada pela janela de um escritório situado na Av.S.Luiz em SP/SP e postada num Site de Noticias de uma grande Emissora.

Peço a todos os familiares, parentes, amigos e colegas da vitima que me perdoem o gesto, mais uma vez solidarizada pelo sentimento de perda que os envolve.

Um abraço fraterno a todos.

MEUS SINCEROS RESPEITOS

Vera Celms


Não importa culpa,

Não importa culpado,

Importa conseqüência, fato,

Falta hoje a pessoa,

A essência, a presença,

Irremediável,

Insubstituível,

Inesquecível,

Talvez o mesmo pensamento,

De um segundo a mais,

De um segundo a menos,

O monstro motorizado mau calculado,

por seu condutor,

Talvez, movido pela segurança

da rotina, do dia a dia,

Excesso de confiança,

do “acho que vai dar”...

Da vitima, que por fatalidade,

Deu um passo a menos,

Ou um passo menor,

Ou um a mais...

talvez, achasse que “ia dar”...

Um calçado que prendeu no asfalto quente,

Um pé falseado, quiçá torcido,

Um reflexo,

Um titubeio, um lapso,

Aqui, agora, não cabem os motivos,

Nem as culpas,

Ficou a conseqüência,

Incorrigível,

Mais que lamentável,

Mais que obvia tristeza,

Saudade,

Perguntas, cujas respostas foram com ela,

Pessoas que choram todos os dias,

Até que a saudade vire lembrança,

Mas, pra sempre, inconformadas,

Pela forma, pela porta de saída “escolhida”,

Pela violência urbana...

Que inconformadamente, crescerá a cada dia,

Deus nos livre a todos,


Vera Celms



Licença Creative Commons
A obra VIOLÊNCIA URBANA de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?