domingo, 30 de outubro de 2011

MINHAS BRUXAS

As conheço bem,
Todas elas gostam de agrados,
Adoram maçãs,
Cravos e canela...
Sentam lá fora,
Esperando as luzes da noite
Rindo e fazendo festa
Gargalhando entre si,
Tramam pantomimas
Essas minhas meninas
São lindas, são puras, sensuais,
Temperamentais
Não se deixam ferir
Não atacam gratuitamente
Não xingam, não mentem
Dançam junto a fogueira
Louvam os elementais
Saúdam a Deusa...
Saem e voltam quando querem
A porta jamais se fecha,
A passagem permanece livre
Espie, pisque, confraternize
Convide-as a dançar,
Como bailam, minhas meninas
Brincalhonas,
Não ralham, não gritam,
Não fazem reveses gratuitos,
Boas ouvintes, reativas,
Boas amantes, sedutoras,
Cheias de luz, cheias de si,
Prontas para o ato,
Prontas para a vida,
Prontas pra reinventar,
Ah, minhas deliciosas bruxas...

Vera Celms

Licença Creative Commons
O trabalho MINHAS BRUXAS de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

domingo, 23 de outubro de 2011

PODEROSA FANTASIA INFANTIL (PFI)


Tudo é possível,
Tudo está ao nosso alcance,
Tudo está no ar...
Nascer é um desafio,
apesar de todos os inimigos naturais
Subir nos rochedos,
Planar, ganhar mundo
Enfrentar dragões, com armas [super] poderosas
montados em cavalos alados
ou motorizados,
Princesas e povos em apuros
Todos os esforços, e sob a capa:
Invisível!!!
Flautas mágicas, Oboés, Clarins
No tapete voador, as fadas confabulam
Tramam um truque traumático
Distrair o caçador e roubar-lhe o rifle
Substituir a munição por pó de estrelas
A cada tiro um mundo novo; fantasia...
Não haverão mais planos mortais
Nem armas letais
A lei pacificará
Será o fim da corrupção e dos corruptos
Suas asas serão extirpadas
O vôo [se houver] monitorado com limite fixado
Onde os encontrar?
É só saber onde procurar...
Pela água ou pelo ar
Nos iremos chegar
PFI - Poderosa fantasia infantil
Combatendo todo o mal...
Confinando o inimigo
Para além do infinito
Onde não mais poderão a humanidade alcançar...

Vera Celms

Licença Creative Commons
O trabalho PODEROSA FANTASIA INFANTIL (PFI) de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

domingo, 9 de outubro de 2011

VOLTANDO PRA CASA

Não haverão rótulos
Nenhum nome será chamado
Nenhum sobrenome exaltado
A rosa não deixará ser
Por não ter um nome
O amor não deixará de existir
O olhar não deixará de brilhar
O caminho de volta não sumirá
Nem o retorno deixará de ser verdadeiro
O beijo será o beijo
Os canhões estarão lá, mudos
Sem saber mais o que dizer
Os generais deixarão de assinar tratados
E promulgarão a paz
É tempo de renovar
Não haverão moedas
Não haverão sentenças
E a morte poderá vir, afinal, uma só vez na vida
Não mais para ameaçar,
Não haverá medo
Não haverão ofensas
E os seres estarão aqui, cumprindo,
a missão de confraternizar...
Em todos os rostos haverão sorrisos
E entre as estrelas,
Reconheceremos Deus a brilhar...
Não haverá mais do que se defender
Não haverão mais armas
Nem grilhões,
Saudaremos a liberdade, em paz...
E assim será, a Era de Aquarius,
o retorno eterno, a CASA DO PAI...

Vera Celms

Licença Creative Commons
A obra VOLTANDO PRA CASA de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.

domingo, 2 de outubro de 2011

CORTINA CERRADA


O passado nada mais precisa
Existe como história
Não precisa se provar pra existir
Talvez nem seja lembrado
igualmente por todos os personagens
Talvez não tenha tido a mesma força
Talvez o mirante não fosse tão privilegiado
A neblina do inverno solitário
talvez cobrisse a paisagem
No meu passado, aquele que conheci,
Alguém assoviava na janela
E despreocupado, jogava pedras
nos transeuntes desavisados
Ria-se das reações alheias
Até o dia em que alguém revidou
Então, cessou o assovio...
Perdeu-se a melodia, a musica parou
E atrás da janela vazia e fechada
A grossa e escura cortina se cerrou
A janela continua fechada.

Vera Celms

Licença Creative Commons
A obra CORTINA CERRADA de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.