sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

HOMEM FELIZ


Um dia eu quis
Um homem de mãos sofridas
De idéias fluidas
Um homem feliz


Um dia eu quis
Um homem de profundos olhares perplexos,
Que me amasse por excitados reflexos
Um homem feliz


Um dia eu quis
Um homem de doces toques
Cuidado, porem sem retoques
Um homem feliz


Um dia eu quis
Um homem que soubesse sonhar
E que a um simples toque me fizesse suspirar
Um homem feliz


Um dia eu quis
Um homem que soubesse amar
E que quando me amasse me fizesse delirar
Um homem feliz, bem feliz


Um dia eu quis
Um homem de larga fronte
Que me mostrasse o horizonte
E foi ele que me fez feliz


Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho HOMEM FELIZ de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A DONA DO ISQUEIRO

O que fazer agora?
Já andei pela casa toda
Já te procurei no terreiro
Não te vejo, não te ouço mais,
Não sinto mais segurar minhas mãos
Não tenho mais teus abraços
Nem sinto mais o gosto do teu beijo
Você saiu sem avisar
Deixou-me dormindo,
confiante de que nada havia mudado de lugar
E quando acordei, havia partido
Sinto-me como que debaixo de escombros
de um incêndio
E o único isqueiro da cena,
Encontraram no meu bolso...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho A DONA DO ISQUEIRO de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

The Monkees: Last Train To Clarksville, 1967

Quem tem mais ou menos a minha idade, deve lembrar do sucesso que faziam esses meninos nos anos 60 e 70... Passava uma série de clips deles na TV e eu não perdia um... para matar a saudade... boa viagem...


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

"EPA SARAU VIRTUAL AO DIA DO POETA NO BRASIL.FLV"

FIZ parte do EPA- ENCONTRO DE POETAS E AMIGOS, de Sandra Galante. Tive a honra de conhecer maravilhosos poetas e conquistar amigos. Este vídeo foi uma homenagem maravilhosa, feita a todos nós por MARIA IRACI LEAL (minha IRFÃ MILOCA), e que compartilho agora com meus demais amigos. Obrigado MIL... Curtam...

domingo, 11 de dezembro de 2011

ENTÃO, É NATAL?


No fim da rua, um magro velhinho de barbas longas
Pensativo, relembra imagens antigas
O Perú assando, cheiro de cravo-da-índia pela casa
A magra arvore de Natal enfeitada
A criançada esperando Noel chegar (que nunca veio)
Hoje tudo mudou, o mundo mudou..
Embaixo do viaduto, sobre papelões,
Bem no centro da cidade
Durante a distribuição do SOPÃO DA MADRUGADA
Nasceu um menino
Avisadas pelo choro e pela luz do candeeiro
Seguem para o local as boas amigas:
FÉ, ESPERANÇA e SOLIDARIEDADE
Presentes não levam, pois o salário acabou,
logo no começo do mês.
Levam consigo corações fartos e olhos brilhantes
E a certeza de que todos os bons as conhecem
E as seguirão para embalar esse menino
Por perto os cachorros rueiros vigiam
Garantindo a segurança
E todos rezam, cantam, vibram, oram,
para que o menino cresça forte e esperto
Com a saúde que Deus lhe deu, e
Com as amigas sempre no coração
Rumo a um mundo melhor
Então o velhinho desperta
E sem saber bem por que, pega o ônibus para a cidade...
Que Deus o guie...
FELIZ NATAL...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho ENTÃO, É NATAL? de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Aos 120 anos desta Senhora, amada Av.Paulista.

Nesta Avenida, eu estude, trabalhei, namorei, passeei, curti, perdi um amor, ganhei outro, conheci ídolos, andei por andar, sofri uma queda, conheci a Casa das Rosas, fui a lugares ímpares, enfim...
Sou Paullstana, apaixonada. Esta Avenida é linda e não perdeu seu charme por ser tomada como centro financeiro, como centro do capitalismo... continua e continuara sendo linda, romântica... uma eterna menina...

Gal Costa e Caetano Veloso - Recanto Escuro (Violão e voz - Programa do JÔ) - MOMENTO UNICO!!!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

LEGIÃO URBANA - SENHOR DA GUERRA

LEGIÃO URBANA - SOLDADOS

Disse meu pai quando chegou no campo de batalha: "eu não vou matar ninguem, nem conheço ninguem", até que ouviu o primeiro tiro zunir em seus ouvidos e então entendeu que era "matar ou morrer"... (meu pai Karlis Celms, combateu na 2a.Guerra Mundial, tirado de casa aos 16 anos e nunca mais voltou).

Cegos do Castelo - Nando Reis & Os Infernais - MTV Ao Vivo

Ira - Vida Passageira (Acústico MTV)

NANDO REIS - POR ONDE ANDEI