domingo, 29 de abril de 2012

Bee Gees - Spirits (Having Flown)

QUAL HOMEM?


Eu contava com isso
Contava com tudo isso
Não que quisesse
Precisava
Você não tinha nada a ver com isso
Não se preocupava
Não que quisesse
Precisava
Um homem é um homem
Até que nasça seu filho
Então, um homem é o homem
E você não foi nem um nem outro...
Sumiu...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho QUAL HOMEM? de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

O Poder do Sorriso

 Sorriso... ESPALHE ESSA IDEIA... espalhe seu sorriso, convide o sorriso do outro a sorrir para você e para todo o mundo... IMPERDIVEL...

domingo, 22 de abril de 2012

Por uma infância sem racismo

 ABRACE ESSA CAMPANHA, DIVULGUE, PARTILHE, ESPALHE:

POR ENQUANTO AQUI



Tanto resisti
Me escondi, me ocultei, fugi
Te imaginava efêmero, passageiro
Casual e anti-aderente
Te via por um só momento
Nenhuma palavra ecoava
No caminho pelo qual partia
Via-te pelas costas
Indo, indo a passos leves
Sorrindo  faceiro
Nenhum aceno, nem adeus
Hoje me flagro em ti
Cheia de olhares e sorrisos
Com os desejos pelas mãos
Sorvendo suas melhores palavras
Não sei se permanecerão,
mas hoje, estão aqui...
Frequentam-me, juram-me,
Pedem e oferecem
Procuram-me na escura ausência
Sorriem-me em olhares brilhantes
E despedem-se, excitados atélogos
Resisti enquanto pude,
Mas por enquanto, estou aqui
Corpo, alma e poesia...
Até já...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho POR ENQUANTO AQUI de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

LOCALIZADOR


Amo que me ame
Teu olhar me ilumina
Delatada estou na estrela dos teus olhos
Chama-me pelo nome
Pelo dengoso apelido
Por sutis e delicadas ofensas
Adoro que queira me amar
Me assusta querer devorar
Adoro que queira muito fazer amor
Me assusta quereres só isso,
todo o tempo
Sou um pouco mais do que vê
Sou mais do que suas mãos procuram
Sou muito mais do que tanto te excita
Só preciso que você saiba disso
Antes de dizer que me ama...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho LOCALIZADOR de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

domingo, 8 de abril de 2012

DEIXA PRA LÁ



As palavras joguei no chão
As lembranças deixei pelo caminho
Desisti de perdoar você
Incapaz de esquecer
Perdão sem esquecimento,
não é perdão
Não poderia relevar o passado
Posso não pensar
Em favor de mim
Promessa, só uma:
Não farás de novo,
não comigo,
Não mais,
Campo de força acionado,
Proteção, a do céu e da dignidade
Segue teu caminho sem olhar pra trás
Os frutos ficaram comigo
Tão bonitos, fortes, perfeitos
Não guardam de ti,
muito ou quase nada
Nem lembrança,
O respeito eu ensinei,
Olhar otimista da vida,
ensinei também
Não super valorizar o sofrimento,
ensinei também
Encarar a vida com coragem,
aprenderam com a própria vida,
(inclusive com a minha...)
Exemplo, bússola, punho; meus...
De você guardaram saudade,
indignação pela ausência,
dúvidas dos teus motivos,
e certeza, de que não farão igual...
No mais, palavras jogadas no chão,
Lembranças pelo caminho,
Perdão, melhor deixar pra lá...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho DEIXA PRA LÁ de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Se todos fossem iguais a você - Tom e Vinicius ///// QUE TANTA SAUDADE!!!!

Soneto de Fidelidade

Soneto de Separação - Vinícius de Moraes

domingo, 1 de abril de 2012

A LUA NASCEU

Enamorou-se a Terra
De um belo planeta,
Chamado Saturno,
Trocaram olhares e promessas
Entenderam-se, beijaram-se, roçaram-se,
Saturno logo se comprometeu
E um anel lhe ofereceu
A Terra enamorada,
Completamente apaixonada
Entregou-se a este amor
Rapidamente o amor foi crescendo
E logo foi aparecendo
De seu ventre, de amor, repleto
Nasceu uma linda menina
Luminosa, vistosa e crescente
Radiante, quase fluorescente
Logo pôs-se em evidencia
Girando em torno da Terra
Passaram então, mãe e filha,
 a de longe, muito longe (*) olhar,
O pai Saturno que se ausentou
Carregando tantos anéis a oferecer
Diziam até alguns antigos
Que varias luas giravam com ele,
Triste e ciumenta a Lua minguou,
Mas quase nada demorou
E voltou a bonita Lua, nova...
E ciclicamente míngua e se renova,
Pra sempre, majestosa, brilhar...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho A LUA NASCEU de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.


(*) Saturno dista da TERRA, aproximadamente UM BILHÃO E TREZENTOS MILHÕES DE KILOMETROS.