domingo, 10 de junho de 2012

Tom Jobim - Lígia (1975)

Tem como não gostar? tem como não viajar???
Transcrevo agora um texto "roubatilhado" do meu amigo de FB, UBIRAJARA SANTANA:
O apartamento tinha duas salas e dois quartos, e dava vista para a estátua do Cristo Redentor no Corcovado.

Neste período, Tom compôs várias músicas com seu parceiro Newton Mendonça, inclusive "Desafinado" e "Samba de uma nota só". Fez a "Sinfonia do Rio de Janeiro" com Billy Blanco, e "Orfeu da Conceição" com Vinicius de Moraes.

Da rua Nascimento Silva 107, a "Garota de Ipanema" saiu para correr o mundo. E lá nasceram as parcerias com Vinicius que Elizete Cardoso gravou no long-play "Canção do Amor Demais". Ensaiou com João Gilberto as músicas do primeiro LP do cantor, "Chega de Saudade".

Em 1959, a soprano Lenita Bruno gravou o LP "Por toda a minha vida", com canções de câmara de Tom e Vinicius.

Tom costumava ir para o sítio que a família tinha em Poço Fundo, no estado do Rio de Janeiro. Foi lá que, inspirado pelo cenário que se via da janela do apartamento da Nascimento Silva, compôs "Corcovado". Quando voltou de um período de férias no sítio, novas construções já haviam obstruído a paisagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?