domingo, 28 de outubro de 2012

UIVAGEM





Viagem só possível a quem ama...
A poemas invisíveis,
A viagens transcendentais,
A encarnados desencarnes
que se mantém vivos,
enquanto a alma loba uiva sozinha
pra lua, para o vento, pra Deus
procurando o ser amado,
pedindo passagem sempre

Vera Celms

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?