domingo, 13 de janeiro de 2013

NA ESCURIDÃO





Estou aqui no escuro

Ouvindo coisas

Vendo fantasmas

Aperto os olhos pra não ver

Ainda assim açoitam meus ouvidos

Tapo os ouvidos pra não ouvi-los

Então descubro que não são fantasmas

Que transitam na minha escuridão

É a saudade de você

Que me faz ver vultos

Ouvir vozes,

São lembranças que povoam

Meu inconsciente

Sem permissão...



Vera Celms
Licença Creative Commons

O trabalho NA ESCURIDÃO de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?