terça-feira, 18 de junho de 2013

#EUAPOIOOPROTESTOPACÍFICO





Um dia tentaram amarrar nossas mãos
Calar nosso grito
Um dia, tiraram toda a verve de nossas palavras
E prenderam aqueles que falavam por nós
Um dia disseram que o povo não tinha força
E que quem mandava era a farda
Então o povo foi pra rua
Unido, formando uma só voz
Palavras de ordem, protesto,
Verdadeiros mantras
Derrubaram um Presidente,
Calaram a mentira
Levaram a corrupção para os Tribunais,
O povo então, lembrou de sua voz
Pegou bandeiras e coragem
E juntou com todas as outras bandeiras e coragens
E foram pra rua novamente
Lá encontrou a Tropa de Choque,
Policiais armados, tiros com balas de borracha,
As bombas de gás lacrimogênio, fizeram o povo chorar
Mas a coragem permaneceu em pé...
dura, inflexível, valorosa....
O gatilho custou R$ 0,20, em tarifa pública,
Podendo ser pago com Vale Transporte,
Só que a causa é maior...
A causa agora, é muito maior,
Todas as causas se misturam ao povo
Corrupção, transporte, saúde, educação,
Todos gritam novamente, palavras de ordem,
Todos, em ordem, pacificamente
Pedindo a todos os protetores, sejam de quais credos forem,
Que mantenham inertes os arruaceiros,
Para que o povo tenha VOZ...
As mãos, serão usadas para segurar bandeiras,
Para, que fechadas, demonstrem a força da vontade comum
Que meu povo grite alto, tenha voz...
Um dia, pra calar o povo,
Tanques de Guerra, jatos de areia, foram usados,
Pessoas comuns foram assassinadas nas ruas,
diante dos seus... diante do povo...
Anos de Chumbo...
Hoje, a liberdade circula entre nós,
A imprensa é livre (diante do que já foi)
A voz agora é solta
Meu povo, agora na rua,
Precisa manter a Ordem, que nossa Bandeira prega,
Para que tenha o Progresso, que da Bandeira, procuramos,
Que o POVO SEJA LIVRE ...
Que a VOZ sobressaia em Paz...
Que todos saibam dizer, ainda que calados,
nas ruas, em pelotão pacífico e desarmado...
o BRASIL que merecemos ter...
QUE VENHA O POVO !!!  QUE CRESÇA O BRASIL !!!

Vera Celms
#EUAPOIOOPROTESTOPACÍFICO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?