domingo, 22 de setembro de 2013

ANGELA MADRUGADEIRA




(Este poema foi inspirado em foto feita por minha amada amiga ANGELA MARIA ZANATTA ZUPELARI. Obrigado pela inspiração, minha amiga, tão saudosa!!! )


Lua reinando livre
Sobre a cidade adormecida
Sorrindo para as lâmpadas
Distraidamente acesas
Na placa 40 km, velocidade máxima
No peito, voar, limite máximo
O céu iluminado
Uma ou outra estrela auxiliava a lua
Tudo o que o dia revela,
A noite acumula, quieto
Muros, arvores, postes
No fim dessa madrugada linda
Enquanto a cidade, como a maioria, dormia,
Meu peito rotineiro, já batia
Mais um dia...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho ANGELA MADRUGADEIRA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?