domingo, 29 de setembro de 2013

DELAÇÃO PARTICULAR








Quem me dera ser sua amada
E assistir ao arrepio do seu corpo
bem de perto
Quando chego,
empurrando a porta sempre destrancada
do teu coração...
te pedindo um beijo...
Ouço-te chamando,
Reclamando minha ausência
E por mais que negue,
Se delata num único suspiro!

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho DELAÇÃO PARTICULAR  de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?