domingo, 23 de fevereiro de 2014

SEGUINDO SÓ





Conquistei um lugar, um canto,
Ao longo da vida, tão meu,
Tantas foram as tardes,
Algumas as noites,
Em que pensei, em que sofri,
Em que jurei não mais me entregar
Neste canto, tenho a mim como companhia
Minha solidão, minha amiga,
Não me tire daqui,
se em troca, não puder me oferecer companhia,
Não interfira no meu silencio,
se não puder suportar meu barulho...
Neste meu canto, ninguém entra sem convite,
Ninguém sai, sem que eu queira,
Ninguém é parte,
Ninguém é mais que eu,
Nesse meu canto, lugar conquistado,
Nem convite é garantia de permanência,
Nem vontade é motivo para deserção,
Conquiste-me, e seremos dois
Do contrário, seguirei sozinha,
No meu canto...

Vera Celms
Licença Creative Commons
SEGUINDO SÓ de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?