segunda-feira, 12 de maio de 2014

A BUSCA CONTINUA...





A vida inteira não foi o bastante...
Minha bússola esteve sempre enganada,
Na ponta da agulha caminhos tortuosos,
Bons resultados...
Mas, só eu sei a que meios!!!
Busco hoje alguém diferente
Grande por dentro e por fora
Com densidade bastante
Com elementos bastante
Com fios descascados o bastante,
Capaz de grandes curto circuitos...
Ou com maturidade bastante para separar os fios se necessário...
Que conheça a beira do abismo sem mudo de altura,
E sem preconceito de fugir dele,
Que tenha braços fortes para me abraçar, ou para me impedir o salto,
Ou para me carregar no colo se tiver de me socorrer...
Que abra os olhos sem medo quando brilharem de paixão ou de prazer...
Ou quando inundados de emoção ou medo...
Que seja capaz de deixar de fazer amor,
Se preciso for, por puro amor...
Que saiba ouvir o som dos pássaros do amanhecer
Mas que saiba do prazer do vinho no tapete da sala, da música
Mas também do riso incontido do gozo e do beijo efervescente
Que me relembre a doçura do adormecer, no teu peito, no teu braço e no abraço...                            

Vera Celms
A BUSCA CONTINUA... de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?