domingo, 24 de agosto de 2014

ARTROUTES



INSPIRADA NO SITE "ARTROUTES" do particular amigo CRISPIM A CAMPOS  
A IMAGEM DE FUNDO USADA NO POEMA É FLASH DE OBRA CONSTANTE NO SITE. ACESSEM O LINK ACIMA, VISITEM !!!

Espreitas a vida diante do espelho,
Por detrás das vidraças embaçadas,
Figuras sem identidade,
Sem nomes, nem números,
Impreciso olhar,
Altares e escudos,
Motivos escusos,
Perfis anônimos,
Assuntos lacônicos,
...”Narciso acha feio, o que não é espelho,”...
Não se respeita, o que não se explica,
Não se confia, em reflexos
Antevertido tronco sobre espelho d´água
Nudez ocultada em olhos semicerrados,
Arte, linguagem de alma crua,
Estrada aberta a mão
Peito afogado em paixão
Seguro-te em riste, a frente,
Faço-te flamular em mim,
Olhos, tato, salivar,
Guarda cada impressão,
Da vida, para que entenda,
Da sorte, para que enfrente,
Da morte, para que reinvente
Fala-se de vida, de sorte, de morte,
Na pena, na cerda,
na certa, é preciso arte...

VERA CELMS
Licença Creative Commons
ARTROUTES de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?