domingo, 28 de setembro de 2014

PERDIDA





Perdi amores,
Chaves, senhas, horas,
Perdi alguns dias,
Vários anos, na tentativa vã de viver,
Teria bastado ser feliz,
Mas quem busca felicidade,
talvez queira perfeição...
Perdi oportunidades,
de dizer o que pensava,
de ficar calada, quando provocada...
Perdi o costume de pedir opiniões,
depois de negativas demais
Perdi a vontade de dar satisfações,
depois de castrada, cerceada,
Perdi a conta, de quanto perdi por tão pouco,
Perdi a noção do tempo,
Perdi o brilho do olhar, acostumada a escuridão,
Perdi o hábito de sorrir,
O gosto por coisas demais,
Perdi a mão da magia, e talvez do sal,
Perdi a graça toda,
Perdi o faro, o rastro,
Perdi o fio da meada,
A paciência, a calma, o equilíbrio,
Tempo demais...
Perdi o ultimo trem,
Perdi a saúde, ganhei peso,
Perdi a forma, a linha,
Perdi amores, por não serem meus,
Perdi a confiança,
Perdi a direção...
Perdi o emprego, muito dinheiro,
Só não perdi a fé,
... reconstruirei tudo ...

Vera CelmsLicença Creative Commons
PERDIDA de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?