quinta-feira, 12 de março de 2015

PASSAPORTE



Melhor partir num rápido corte
Pra não acordar do cérebro, a parte forte,
Para não fazer pender a sorte,
Sei que de alguém, na vida, já fui a sorte,
Nem a figura mais amada, nem de melhor porte,
Não mudo o cenário, mudo o aporte,
Ofereço ombro, colo, coração e suporte,
Centrada, conheço meu norte,
Aqui estou, plena, ampla, razoável e forte,
Saber fazer, não é golpe de sorte,
Um pensamento pode roubar a paz, num só corte,
Busco a felicidade, cá dentro, como a um esporte,
Amigo, irmão, consorte,
Como, onde, com quem, nada que importe,
Crio uma cena, planejo um lance, guardo em recorte
Afinal, felicidade localizada, não exporte,
Cante, reze, peça, busque, sonhe, levite, comporte,
Na vida, estreei nascendo, mas não acabarei na morte...
Voo certo não é só reto, ou é, até que entorte,
Levito, transcendo; se for bom reporte,
Se não for:  deporte...
Plano bom evolui, não bom: aborte,
O que vale é a viagem, não o passaporte...

Vera Celms

Licença Creative Commons
PASSAPORTE de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?