domingo, 12 de julho de 2015

ZONA DO TANTO FAZ





Entrei na zona do tanto faz,
Não aposto mais,
Não jogo mais,
Resolvi que sou mais eu,
Eu sou a fêmea,
E é do macho cortejar, conquistar
Não sou machista,
Nem tampouco feminista
Não sou indiferente,
Dou cartas a todos,
Fichas, distribuo a larga
Mas, o que cada um faz com elas,
não é problema meu,
Fico disponível,
Abro os braços, as pernas, a mente,
Saltar assim, já é mais difícil,
Espero ser colhida no ar,
Juntar forças, energias, mãos,
Juntar meu tesão com o de alguém
E sair a sambar por aí,
Não dito o ritmo, mas canto conforme a musica,
Até danço, se o cavalheiro for de dançar,
Mas, oferecer o baile e  ensinar alguém a dançar,
já é demais...
Entrei na zona do tanto faz...

Vera Celms
Licença Creative Commons
ZONA DO TANTO FAZ de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.