sexta-feira, 21 de agosto de 2015

DOTÔ





Um dia deixei alguém,
de calças jeans e tênis,
de blusão de jogging,
A vida inteira passei lembrando,
Um dia reencontrei alguém,
Montado agora em puro sangue, sobre rodas,
Só que alguém tinha outro alguém,
Ainda usava calças jeans,
Fino blusão de couro,
Por respeito, chamado “dotô...”
Era o mesmo homem,
Íntegro, correto, honesto,
Em polidas palavras, disse-me não,
E em mim, conseguiu aumentar a admiração,

Vera Celms
Licença Creative Commons
DOTÔ de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.