terça-feira, 1 de setembro de 2015

DALTO - MUITO ESTRANHO (cuida bem de mim) - Letra

FELICIDADE REINVENTADA







Sonho realizado...
Caminho aberto,
Perdi a craca das asas,
Lavei a alma
O pesadelo acabou
As narinas recebem agora, novo ar,
O peito cheio, a visão brilhante, resplandece
Os braços ganharam nova envergadura
As pernas logo mais correrão,
Pois o espírito livre, festeja
A espera acabou,
Junto agora, as mãos em oração,
As forças para reaprender a andar,
E agradeço, com toda força,
Deus, Universo, destino, merecimento,
Enfim, reinvento a felicidade...
Sigo acreditando...

Vera Celms
Licença Creative Commons
FELICIDADE REINVENTADA de Vera Celms está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.